A importância dos dispositivos DR

01/02/2017   |    Dicas  Destaque Home

Para garantir uma instalação elétrica segura e dentro dos padrões técnicos exigidos, são necessários métodos e dispositivos adequados. Quando um sistema apresenta fugas de corrente, diversos danos tornam-se possíveis: risco de choque elétrico, aumento do consumo de energia, aquecimento indevido, destruição da isolação e até incêndios. Esses efeitos podem ser monitorados e interrompidos por meio de um Dispositivo DR, Módulo DR ou Disjuntor DR.

O dispositivo DR (diferencial residual) é um interruptor que desliga automaticamente correntes elétricas de pequena intensidade, indetectáveis por um disjuntor comum, mas que podem causar choques elétricos de alta gravidade seja por contato direto ou indireto.

De acordo com a norma ABNT NBR 5410, o uso do dispositivo DR é recomendado em todos os circuitos, principalmente em áreas frias e sujeitas à umidade, como banheiro, cozinha, áreas de serviço, piscina e jardim. Assim como o disjuntor, ele também pode ser desligado manualmente, caso necessário.

Como escolher um dispositivo DR?

Para escolher o dispositivo DR ideal, é necessário verificar sua compatibilidade com o disjuntor utilizado na instalação elétrica. A corrente nominal (In) do dispositivo DR deve ser maior ou igual à corrente do disjuntor. Dessa forma, toda vez que for detectada uma fuga de corrente, automaticamente o circuito é desligado.

 


DEIXE SEU COMENTÁRIO